Greve dos porteiros em RN recebe apoio do deputado estadual Sandro Pimentel

Trabalhadores em Edifícios e Condomínios do Estado do Rio Grande do Norte entraram em greve no dia 1 de julho em virtude da falta de reajuste salarial da categoria, que estava previsto na Convenção Coletiva de Trabalho para ser realizada em janeiro. A paralização, que foi declarada pela Sindratec-RN, Fenatec e Conatec, é por prazo indeterminado.

O deputado estadual Sandro Pimentel (Psol-RN) apoiou a paralização e considerou inaceitável que os empresários sigam desrespeitando a categoria. “Então é inaceitável esse tipo de postura por parte dos patrões e nosso mandato apoia completamente uma eventual greve que possa acontecer desses profissionais. Estaremos juntos, lado a lado, em um apoio total e irrestrito”, declarou o parlamentar.

Segundo o presidente da Sindratec, Emanoel de Sousa, a greve visa defender os direitos dos trabalhadores, que já tiveram muitos benefícios cortados nos últimos dias. “Aqueles que, deliberadamente, tentam calar a voz dos mais fracos, sobretudo, quando levantada em defesa dos seus direitos, agem e contribuem para aprofundamento do empobrecimento dos trabalhadores”, declarou.

De acordo com Paulo Ferrari, presidente da Fenatec e da Conatec, a postura da patronal diante da situação foi uma imposição, sem que houvesse diálogo com a categoria. “Não podemos aceitar que deixem de pagar o reajuste sem ao menos conversar com a base.  A Federação e a Confederação fornecem apoio irrestrito aos trabalhadores do estado do Rio Grande do Norte”, declarou Ferrari.

Isso vai fechar em 10 segundos